agosto 10, 2016

Bosque Do Papa!

Bom dia pessoas queridas!
Pode até ser que o Papa João Paulo II tivesse um bosque pra ele na Itália, mas esse que eu vou mostrar pra vocês é aqui no Brasil.




Inaugurado logo após a primeira visita do papa ao nosso País, em 1980. Com uma área de aproximadamente 48 mil m².
É cortado pelo rio Belém e inclui uma belíssima reserva de mata atlântica, com mais de 300 pinheiros do Paraná, as famosas araucárias (Araucaria angustifolia).
É em meio a todo esse verde, nas clareiras do bosque, que os visitantes podem visitar o Memorial da Imigração Polonesa, com um conjunto de sete casas em formato de aldeia, reconstitui-se o ambiente em que viveram os pioneiros imigrantes poloneses, que chegaram em Curitiba por volta de 1871. É um museu ao ar livre que traduz a luta, as crenças, as tradições e estilo de vida daqueles imigrantes.




As sete casas construídas pelos poloneses, com troncos de pinheiro encaixados, foram transportadas do entorno de Curitiba para o Bosque. Calçadas de pedra, equipamentos e utensílios usados pelos poloneses, como uma carroça e uma pipa de azedar repolho, são expostos para visitação.



Realiza-se anualmente, no Bosque do Papa, eventos culturais de tradição polonesa, como a Swieconka (Benção dos Alimentos), no Sábado de Aleluia e a festa de Nossa Senhora da Czestochowa, em agosto.

A Casa dos Troncos, uma construção de imigrantes poloneses de 1883, doada e relocada para o Bosque, foi transformada na Capela de Nossa Senhora de Czestochowa, em homenagem à padroeira da Polônia.





Abrigada em uma das residências centenárias construídas no início da colonização de imigrantes poloneses em Curitiba, por volta de 1880. Essa casa foi doada pela família Pianovski para os preparativos para a visita de João Paulo. Na época, a casa foi montada no Estádio Couto Pereira, onde o Papa realizou uma missa para mais de 60 mil pessoas. O Sumo Pontífice entrou no interior da casa, onde foi recebido pelo casal Pianovski com pão e sal, conforme manda a tradição polonesa.

A casa foi originalmente construída em 1883, feita inteiramente de toras de araucária encaixadas. Em uma das vigas estão inscritos o ano, 1883, e uma espécie de barca - segundo Danuta, o símbolo do grupo étnico que ergueu a construção. A capela também abriga a imagem de Nossa Senhora de Czestochowa trazida por João Paulo II na ocasião.




O Bosque também conta com trilha ecológica, ciclovia, palco, loja de artesanato e uma casa de chá, ao estilo polonês, onde podemos saborear aqueles doces poloneses....Ah...Que delícia...Junto com um chá bem gostoso...!!!
Irresistível...!!!


















































































Quando eu falo pra vocês que o nosso País é lindo....
É porque é demais de lindo mesmo!
O sul é apaixonante, aconchegante e encantador!
Deixei aqui abaixo um vídeo mostrando um pouco mais do bosque, vejam que amor!

Beijos pra vocês, um ótimo dia!

Beatriz Oberg.





                      




http://www.infoescola.com/historia/imigracao-polonesa-no-brasil; http://www.gazetadopovo.com.br/; http://www.cultura-arte.com/curitiba/cultura-polonesa.htm




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá pessoas queridas do blog!
É muito gostoso ver o comentário de vocês, fico feliz com todas as ideias, opiniões e sugestões.
Muito obrigada, todos são muito bem vindos!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Pin It button on image hover